A gente se vê em breve

Foto
Andando pela rua 85 te vi carregando algumas sacolas. O instinto foi maior e eu sai correndo para te ajudar. Você levantou seus olhos e se surpreendeu quando me viu. Seu sorriso aqueceu meu coração. Você estava encantadora como sempre. Cabelo preso em um coque bagunçado, um vestido azul cor do céu e um salto baixo. O batom era vermelho e os olhos radiantes. Começamos a andar e conversar. Eu não conseguia acreditar que você estava ali. Paramos em um restaurante e pedimos um vinho, sua bebida preferida.
Enquanto você falava eu só pensava que se não tivéssemos machucado um ao outro com nossos egoísmos, esses encontros seriam muito mais frequentes. Sempre acreditei que eu iria embora primeiro. Estava descrente a muito tempo, ameaçava partir, mas nunca fui. Ao contrário de mim, você sempre disse que ficaria, apesar de tudo. Apesar das brigas, apesar das diferenças gritantes, apesar do silêncio, você sempre encontrava algum motivo para nos fazer continuar. Você foi o exemplo mais perfeito de alicerce que eu já encontrei em alguém, mesmo não percebendo antes e muitas vezes ter te dito que era fraca demais. Um dia você me disse que mesmo querendo muito cuidar de nós, precisava cuidar de você.
Então você foi e eu fiquei.
Nunca compreendi o seu silêncio na hora da minha raiva, mas depois que a dor passou eu entendi que você evitava me machucar. Você tinha uma maneira diferente de cuidar de nós e para mim não era o suficiente, eu queria mais, eu precisava que fosse mais e da minha maneira. Por isso, eu deixei de cuidar de nós também.
“… indo para a França!”, essa frase me colocou de volta para nossa conversa. Para morar?, perguntei. Você disse que era uma proposta de trabalho, a princípio de três meses, mas que poderia se estender. Eu fiquei feliz, seu maior sonho era conseguir um emprego fora do país. Parece que as coisas estão dando certo para você, eu disse. Sim, finalmente. E como está sendo para você? Um soco no estômago, era o que eu queria responder. Mas contei do novo escritório de intercâmbio e dos projetos que a faculdade de Relações Públicas tinha me proporcionado. Sua felicidade era sincera, o que me fez lembrar que no meio da multidão você era uma das poucas pessoas a torcer por mim. Vejo que o sentimento continua o mesmo.
Eu não sei o que será daqui para frente, mas de uma coisa eu sei: a gente se vê em breve.
A gente se vê em breve A gente se vê em breve Reviewed by Dani Villela on 16:27 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.