Mulheres de aço e de flores

Fonte: Pinterest O titulo desse texto é o nome de um dos livros do Padre Fábio de Melo. O livro é escrito por várias crônicas e represe...

Fonte: Pinterest
O titulo desse texto é o nome de um dos livros do Padre Fábio de Melo. O livro é escrito por várias crônicas e representa a essência da mulher comum. O autor apresenta, por meio de suas personagens femininas, uma postura muito mais humana e compreensiva do que religiosa. São histórias simples que nos fazem edificar na compreensão do que é ser mulher.

A mulher tem o poder de costurar a criação de novo e dar um jeito nas obras inacabadas. Ela tem o dom natural de manter a “casa” em pé. Abrir mão desse dom, por causa do que é vendido pelo mundo, é abrir mão da sua própria essência. É permitir que o mundo destrua quem você é e no que acredita.

É na simplicidade do dia a dia, que se descobre o que a mulher tem de mais belo. No seu ato de demonstrar carinho, de ser forte nas horas mais turbulentas, de sorrir das coisas mais simples, de apreciar o silencio ao lado da pessoa amada. Nos vários jeitos de ser mulher, encontra-se uma única tendência: a elegância do seu perfume tão peculiar. Perder-se e encontrar-se faz parte da característica de quem consegue carregar o mundo nas costas e mesmo assim permanecer de pé. 

No seu coração de mulher você é convidada a subir. Porque é para cima que se vai. Que se tiver que entrar na sua vida que te eleve como mulher, eleve a sua dignidade. Depois que você condensar a força e fragilidade, ninguém pode mais segurar quem você é. Mulheres são fortes, mas não deixam de ser delicadas. Elas têm a sensibilidade de reconhecer aquilo que é invisível aos olhos dos outros. Tem a humildade de assumir suas fraquezas, reconhecer seus erros, mas elevar e ser o que se tem de melhor.

Desenhe-se contornando os mais belos traços da sua essência, mas não permita ser desenhada de lápis e correr o risco de qualquer um lhe apagar. Não deixe que alguém destrua aquilo que você tem de melhor. Mergulhe no amor e nos sentimentos que a vida lhe oferece, mas não aceite que a agua leve o que possui dentro de você. Não abra mão de ser as duas coisas, não queira escolher só um. Conseguindo o equilibro e descobrindo que você precisa ser de aço, mas que você precisa ser de flor.

You Might Also Like

0 comentários