Tecnologia do Blogger.

Queria pedir abrigo

by - 12:59

Fonte: Pinterest
Você me deixou esperando na chuva. E não importava o quanto eu batia na porta da sua casa, você não abria. Pela janela eu vi você me observando com os olhos cheios de lagrimas. Eu não tive chance de pedir para ficar. Você não pode esperar que eu me desculpasse pelas falhas que eu cometi. Mas na porta da sua casa, a chuva caindo sobre o meu corpo e vendo suas lagrimas, ali eu percebi todos os meus erros. E eu queria implorar para o destino ou o quer que seja o motivo disso tudo para me dar mais uma chance.

Sentei na calçada e deixei que a chuva me molhasse por completo. Esperando que ela levasse embora toda culpa e arrependimento por ter perdido você. Durante dois anos eu não entendia a sua disposição para cuidar de mim quando eu precisasse. Não entendia a sua falta de ciúmes comparada a minha. E então eu finalmente compreendi que era devido ao amor. A sua forma de amar é tão tranquila que dispensa qualquer crise. E eu desejei não ter estragado tudo por conta disso.

Lembrei que certa vez estávamos num restaurante e você encontrou com um colega da faculdade. Estar ao seu lado e te ver abraçando outro mexeu tanto comigo que me irritei e te puxei para ir embora. Você riu quando estávamos no carro, mas nem a sua risada descontraída fez com que me acalmasse. Então eu gritei e arrependi no mesmo segundo.

Como eu queria entender a sua calma todas as vezes que brigávamos. E como me irritava depois de uma discussão a sua mania de permanecer do mesmo jeito como se nada tivesse acontecido. Eu deveria agradecer, mas perdia meu tempo te ignorando todas às vezes. Você queria dormir ao meu lado, mas eu sempre ia para o sofá por mais desconfortável que fosse. E como eu amava acordar no meio da noite sentindo você deitar ao meu lado e me obrigar a espremer mais um pouco no sofá. Ali eu esquecia que eu tava com raiva sua. O seu calor me fazia lembrar que ali é que eu deveria estar todas as noites. Seja na sua casa ou na minha. Porque a gente podia não morar na mesma casa, mas todas as noites estávamos juntos.

Tava frio e eu queria ter forças para pedir abrigo na sua casa, mas você recusaria dessa vez. Não abriria a porta para mim mais uma vez e riria da minha cara por estar todo ensopado. Você não prepararia um cappuccino enquanto eu trocava de roupa e não deitaríamos na rede com seu cobertor.

Naquela noite eu não acordaria no meio da madrugada e perderia alguns minutos te observando dormir com toda tranquilidade que só encontrei em você. Nem nas outras noites. Eu sei que você me amou, mas eu esqueci de sentir a mesma paz com você, mesmo te amando também

You May Also Like

0 comentários