Tecnologia do Blogger.

Você não é tudo isso, meu bem

by - 18:57

Fonte: We Heart It
Meus amigos haviam me dito que você era daquelas de fazer vagabundo largar a rodada de cerveja e o futebol pra encarar jantar a dois. Que faz o cara querer abrir a porta do carro pra você entrar. Que troca a camiseta e calção por gola polo, calça jeans e sapatênis. Vagabundo virar playboy, cê me entende? Eles me disseram que só existe você na pista de dança da balada e que todos, t-o-d-o-s, ficam hipnotizados vendo você dançar, até parece ficar em câmera lenta.

Precisava ver. Tinha impressão que era só exagero dos marmanjos. Confirmei presença pro próximo karaokê. Você estaria lá. Fui. Mas fui desacreditado. Fui porque tava chato demais ficar todas as noites vendo Prison Break sozinho. Porque não aguentava mais ouvir meus amigos falarem de você, que eu precisava te conhecer pra saber do que eles tavam falando. Fui porque eles não mostraram nenhuma foto sua e confesso: já tava curioso.

Te vi logo que cheguei. Só que você não é isso tudo, meu bem. Seu cabelo castanho anelado não me chamou atenção. Seu All Star não te diferenciou das outras gurias de salto alto.  Sua maquiagem não destacou seus olhos que me lembraram daquela tal de Capitu: olhos de ressaca. Dom Casmurro, já leu? Sua mexa azul escondida atrás do cabelo não me hipnotizou enquanto ela descia por seus ombros. Sua camiseta do Pearl Jam não me fez lembrar o trecho de Black “Now the air I tasted and breathed has taken a turn“. Sua voz cantando The Doors não me fez querer subir no palco pra cantar junto contigo.
Eles não sabiam que você era mais que um rostinho bonitinho e gingado sensual. Nem notaram sua mexa azul. Mal sabiam quem era aquele cara da sua camiseta. E quando você perguntou Miami ou Nova Iorque e eu respondi Los Angeles, não entenderam que estávamos falando de CSI por causa da minha camisa. Não sabiam quem era aquele tal de Scolfield e muito menos porque eu tava perdendo meu tempo conversando com você em vez de te beijar.
E quando você foi ao banheiro enquanto eu pagava nossas bebidas, não entenderam que o cara desinteressado ia ficar até o fim naquela noite. Ia cantar feito louco mais três musicas no karaokê e ia recusar carona dos amigos para ir embora a pé com uma garota maluca só de aparência bonita.
Não entenderam o que eu vi em você pra prolongar a noite por mais um e outro dia. É que você não é isso tudo para eles. Só que para mim é tudo que eu podia ter encontrado enquanto eu não procurava por nada.

You May Also Like

0 comentários